.pesquisar

 

.posts recentes

. Menstruação

.tags

. todas as tags

Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Menstruação

   Todas as raparigas nascem com cerca de 2 milhões de folículos nos ovários. Com a entrada na puberdade dá-se a menarca (primeira menstruação), na qual um dos folículos amadurece e se torna no óvulo, que é libertado. A partir daí os ovários libertam, todos os meses e alternadamente, um óvulo.

 

 

 

Ciclo sexual

 

   A menstruação é um dos fenómenos que constitui o ciclo sexual, que tem início no primeiro dia da menstruação e acaba no princípio da próxima menstruação. Para a maior parte das mulheres, este ciclo dura 28 dias. No entanto, se o teu for muito mais curto ou longo deves consultar um ginecologista.

   O ciclo sexual divide-se em dois ciclos: o ovárico e o uterino. Como os nomes indicam, um refere-se aos ovários e outro ao útero. Vou falar-vos do ciclo sexual resumidamente, pois acho que todas devemos saber o que passa dentro do nosso corpo.

 

 

 

   O ciclo ovárico tem três fases.

  • durante fase folicular (cerca de 14 dias), alguns folículos amadurecem e um deles atinge a maturação.
  • na fase seguinte (no 14º dia), o óvulo liberta-se para as trompas de Falópio – é a ovulação.
  • na fase luteínica, o resto do folículo que o óvulo deixou nos ovários vai formar o corpo amarelo. Se não houver fecundação (junção do espermatozóide e do óvulo), dá-se a regressão do corpo amarelo. Esta fase dura cerca de 14 dias.

 

   Tal como o ovárico, o ciclo uterino tem três fases:

  • na fase menstrual dá-se a ruptura dos vasos sanguíneos e a descamação do endométrio (parede interna do útero); os fragmentos de tecido do endométrio, o sangue e o óvulo constituem a menstruação, que dura cerca de 5 dias;
  • na fase proliferativa o endométrio e os vasos sanguíneos reconstituem-se durante 9 dias;
  • a fase secretora dura cerca de 14 dias, durante os quais o endométrio atinge a espessura máxima e se prepara para receber o embrião (ser humano nas primeiras oito semanas de gestão).

 

 

   Por esta altura, deviam estar a perguntar-se o que é que controla o ciclo sexual. São as hormonas produzidas pelo hipotálamo-hipófise e pelos ovários.

 

 

 

Regulação hormonal feminina

  

  

 

   O hipotálamo, estimulado pelo baixo nível de estrogénio e progesterona no sangue, produz uma hormona que actua sobre a hipófise, que por sua vez produz hormonas hipofisárias (FSH e LH) que vão actuar nos ovários.

 

   Estes vão produzir mais estrogénio e progesterona, hormonas que vão estimular o útero e causar as fases proliferativa e secretora. O aumento de estrogénio e progesterona vai inibir o hipotálamo, baixando a produção de hormonas hipofisárias e consequentemente inibindo os ovários, que vão reduzir a produção de estrogénio e progesterona, dando-se então a fase menstrual.

 

 

 

Consequências

 

   Agora que está esclarecido o que é a menstruação e o que é que a provoca, será mais fácil perceber aquilo que ela nos faz.

   TPM (tenção pré-menstrual), barriga inchada, diarreia, pele oleosa, dores, irritação… alguém já adivinhou porque é que isto acontece? Não é difícil, se pensarem…

 

TPM

   A TPM (tensão pré-menstrual) é o nosso corpo a reagir à baixa de hormonas no sangue, por isso acontece mesmo antes da menstruação.

 

 

Barriga inchada

   A barriga incha durante a fase proliferativa e secretora do útero, uma vez que o endométrio aumenta e dá-se normalmente retenção de líquidos. Bebe muita água e diminui o sal que provoca retenção de líquidos (e celulite).

 

Diarreia

   As estruturas nervosas que enervam o útero são de facto parcialmente partilhadas com os intestinos. Por isso, quando o endométrio recebe a “ordem” para “relaxar”, para que se liberte através da menstruação, pode acontecer que os intestinos ouçam a conversa… Bebe muita água pois a diarreia desidrata muito e reduz a ingestão de leite.

   O contrário (obstipação) pode também acontecer e nesse caso deve-se aos desníveis hormonais. Água e fibra são as palavras mágicas quando se fala de obstipação.

 

Pele oleosa

   As hormonas estimulam as glândulas sebáceas existentes na pele, que acabam por produzir demasiado sebo e obstruir os poros. Usa diariamente um sabonete neutro, um gel de limpeza ou até, se for um caso extremo, um exfoliante (certifica-te de que é adequado a uso diário).

 

Dores (dismenorreia)

   Durante a fase menstrual o útero contrai-se ajudando na descamação do endométrio. Estas contracções são desencadeadas por uma substancia (prostaglandina) que é também responsável pela dor e pode provocar as dores menstruais. Esta é a dismenorreia primária que se deve ao processo natural da menstruação e não é caso de preocupação.

 

Deves consultar o ginecologista se as dores:

  • aparecerem mais de 2,5 anos depois da menarca
  • surgirem no meio de um ciclo sexual
  • não forem atenuadas, independentemente do que faças para as aliviar.

 

Como aliviar as dores?

 

 

   Podes tomar medicamentos (anti-inflamatórios não esteróides ou contraceptivos) mas há outras medidas mais saudáveis e naturais que podes tomar, principalmente se as tuas dores não forem muito fortes:

 

  • redução de cafeína (chá verde/café/chocolate/refrigerantes) uma vez que esta estimula os músculos e provoca ansiedade;
  • suplementos minerais como cálcio, magnésio e potássio podem ajudar;
  • ingerir hidratos de carbono complexos (cereais integrais), que diminuirão a fadiga e o inchaço;
  • a acupunctura tem muito boa fama nestes propósitos;
  • bebe chá de camomila, cidra ou alfazema;
  • banhos quentes (por experiência própria, digo-vos que é do melhor que há);
  • massagens na região lombar (pede a uma amiga ou à tua mãe);
  • pratica exercício moderado como caminhar ou nadar (por experiência própria, nadar ajuda muito, principalmente naquelas dores no fundo das costas; paga lá os 2€ que sejam de entrada para ires meia hora à deliciosa piscina municipal aquecida; no inverno sabe muito bem).

 

 

Pensos ou tampões?

 

Pensos higiénicos:

  São uma protecção externa, menos higiénica e segura do que os tampões. Há maior risco de fuga com os pensos, mas isso pode ser remediado com pensos de abas. Hoje em dia existem pensos muito finos com grande nível de absorção, pelo que já não há o problema de se reparar que o usas. Ao contrário do tampão, o penso higiénico sente-se, o que pode ser desconfortável. Não te permite ir à água (nos últimos dias da menstruação, não há grande problema…). De noite deves usar sempre pensos higiénicos, nunca tampões.

 

 

 

 

Tampões

  São uma protecção invasiva. Quando se usa o tamanho certo e se coloca correctamente, o risco de fuga é mínimo e é muitíssimo higiénico (se usares aplicador, não precisas de tocar em nada, nem nada te vai tocar). Não se sente, não é desconfortável, podes usá-lo dentro de água e é mais discreto para transportar. O único senão é a possibilidade de desencadear uma infecção. No entanto, desde que troques o tampão de 5 em 5h no máximo e laves bem as mãos antes de o introduzires (principalmente se não usares aplicador) não há problema. Quanto ao famoso romper do fio do tampão, que se perde dentro de ti… descansa, os mitos são sempre muito criativos. E, se conseguires tal feito, dirige-te ao hospital onde to retirarão em segundos.

 

 

 
 

 

 Dúvidas

 

   E agora é que vêm as dúvidas, certo? Comentem com todas elas e eu responderei, mas vou tentar antecipar algumas:

 

O meu ciclo sexual não dura 28 dias, devo ir ao ginecologista?

Até 2,5 anos depois da menarca o ciclo sexual pode ser bastante imprevisível. Podes ter a menstruação até três vezes num mês e ficar até dois meses sem seres menstruada. A partir dos 2,5 anos, o teu ciclo menstrual deve ser de 22 a 35 dias.

 

Disseram-me que o uso frequente de anti-inflamatórios causa problemas gastrointestinais, é verdade?

É possível, embora existam alguns que têm mais probabilidade de desencadear esses problemas do que outros. Evita ao máximo recorrer a estes medicamentos e quando usares toma uma dosagem mínima. Se já tiveres problemas gastrointestinais (problemas renais também!), não tomes anti-inflamatórios.

 

Os pensos provocam-me alergia, o que posso fazer?

Primeiro tenta outra marca de pensos e se a reacção alérgica for nas virilhas experimenta pensos sem abas. Se não resultar, a tua única opção são tampões.

 

Posso perder a virgindade se usar tampão?

Depende do teu ponto de vista. Se achares que podes perder a virgindade com um tampão então também a podes perder com uma bicicleta ou com um cavalete a praticar atletismo.

 

É possível o hímen romper com o tampão?

Sinceramente? É. Todos (principalmente quem os vende) dizem que o hímen é suficientemente flexível para não se romper com o tampão a partir da menarca, mas se estás preocupada com isso eu aconselho a esperar pelo menos um ano, pelo sim pelo não. Eu tive a menarca há muito mais de um ano e só este ano é que comecei a usar tampões (dos mais pequenos).

 

Usar tampão dói?

Se empurrares bem, não o sentes. Estou a falar por experiência própria – tens de ter cuidado para não te esqueceres de o trocar. Na primeira vez que usares, se fores virgem, dói um bocadinho (na verdade, acho que arde mais do que dói) mas uma dor de cabeça dói muito mais.

 

Nunca usei tampão, queria experimentar mas não sei bem como…

Da primeira vez, fá-lo no primeiro dia da menstruação pois escorregará muito melhor. Certifica-te que vais ficar por casa e tens a certeza que não vais ter de te mexer muito, para o caso de ficar mal colocado. Lava as mãos e deita-te. Abre bem as pernas, relaxa e usa um tampão mini (estes têm uma ponta ligeiramente pontiaguda que facilita o trabalho), empurrando até não o sentires. Da primeira vez é provável que fique mal colocado, mas à segunda ou terceira já vais conhecer o teu corpo melhor, para além de que já não vai ser tão difícil introduzir o tampão.

 

É seguro usá-lo dentro de água?

Claro que sim! Se usares um tampão mini nos primeiros dias, se tiveres fluxo abundante ou não estiveres habituada a usar, aconselho-te a mudares de 1,5h em 1,5h. Com o tempo vais aprender durante quanto tempo o podes usar. Não uses o tampão pela primeira vez quando fores para a água! Se planeias usar tampão no verão, aconselho-te a experimentar pela primeira vez em Abril, nas circunstâncias já referidas.

 

Se me esquecer de tirar o tampão, a menstruação pára?

De maneira nenhuma. Se te esqueceres de o tirar, quando o tampão estiver saturado o fluxo sairá normalmente. Daí aconselhar-te a usar um penso diário nas primeiras vezes.

 

É melhor um tampão com ou sem aplicador?

O aplicador é mais higiénico mas (pessoalmente) sem aplicador é mais fácil de introduzir.

 

 

 

 

 

Desculpem a demora mas este é um post muito completo e eu sou muito perfeccionista, logo demoro um pouco mais a fazer as coisas para ficar exactamente como quero. Espero sinceramente que o trabalho tenha valido a pena e vos tenha esclarecido! Mais qualquer dúvida, é favor pronunciar-se.

 

Vou fazer o post sobre o meu plano de treino amanhã porque uma leitora precisa dele com urgência. De seguida farei um post sobre gordura localizada, depois um sobre aproveitamento escolar e alimentação e, por fim, um de regresso à escola com maquilhagem para todas as idades. Também tive um pedido para exercícios rápidos para fazer em tempo de aulas, mais alguém está interessado nesse post?

 

Beijinho, dani"

publicado por dani às 23:34

link do post | comentar | ver comentários (44) | favorito

.arquivos

.links